30 de ago de 2011

Introdução à Estatística

O que é Estatística ? - É Extremamente difícil definir estatística, e, tendo em vista que o seu domínio é muito amplo, o número de definições que encontramos é extremamente grande.
O dicionário Aurélio Buarque de Holanda Ferreira definiu-a como uma grande parte da matemática em que se investigam os processos de obtenção, organização e análise de dados sobre uma população ou sobre uma coleção de seres quaisquer, e os métodos de tirar conclusões e fazer predições com base nesses dados. Trata-se, portanto, de "uma metodologia desenvolvida para a coleta, a classificação, a apresentação a análise e a interpretação de dados quantitativos e a utilização desses dados para a
tomada de decisões"
Devemos observar que esses dados se referem a fenômenos de massa, ou coletivos, e às relações que existem  entre eles. É importante ressaltar que os dados - após análise - devem ser interpretados, uma vez que "as estatisticas 'mentem' apenas quando estão erradas ou, no mínimo estão sendo mal interpretadas"
Convém lembrar que, hoje, a parte "maçante" da estatística é realizada pelos computadores, e ao estudante ou ao profissional de estatística cabe interpretar e entender o siguinificado do que se passa. Para a estatística, somente interessam os fatos que englobam um grande número de elementos, pois ela busca encontrar leis de comportamento para todo o conjunto e não se preocupa com cada um dos elementos em particular.
As tecnicas estatisticas, associadas a programas adequados de informatica, constituem valiosos instrumentos para a administração.
A Natureza dos Métodos Estatísticos - Métodos estatísticos são métodos para o tratamento de dados numéricos e referem-se a dados coletados, cujo destino é permitir  que os estatisticos  cheguem a conclusões sobre o que está sendo estudado (pessoas ou coisas).
POPULAÇÃO - Vimos anteriormente que a estatística tem por objetivo o estudo dos fenometos de massa, ou coletivo é aquele que se refere a um grande número de elementos, sejam pessoas ou coisas, aos quais denominamos de população ou universo. A estatistica procura encontrar leis de comportamento para toda a população, ou universo; não se preocupa, portanto, com cada elemento particular.
De acordo com o seu tamanho, a população, ou universo, pode ser classificada como finita ou infinita.
Fases do Metodo Estatístico (estatistica descritiva) - Quando pretendemos realizar um estudo estatístico completo em determinada população ou em determinada amostra, o trabalho que realizaremos deve passar por várias fases, que são desenvolvidas até chegarmos aos resuldados finais que procurávamos.
As principais fases são: definição do problema; planejamento para a obtenção dos dados; coleta de dados, apuração dos dados; apresentação dos dados; análise dos dados e interpretação dos dados.

Definição do Problema
Consiste em definir com clareza o que pretendemos pesquisar, qual é o objetivo de estudo e qual é exatamente o objetivo que desejamos alcançar.
 
Delimitação do problema 
Não é suficiente saber com clareza o que pretendemos pesquisar. É também necessário saber onde será realizada a pesquisa: em que local, com que tidepo de pessoas (ou coisas), em que dias (ou horários) e assim por diante.

Planejamento para obtenção de dados 
A fase seguinte é o planejamtento, ou seja, repondemos às perguntas como vamos fazer para resolver o problema? que dados serão necessários? como obter esses dados?
Às vezes, é suficiente a pura observação; no entanto, na maioria das ocasiões, é necessário elaborar um questionário ou um roteiro de entrevista. Nesse caso, são necessárias pessoas para distribuir quesstionários ou para realizar entrevistas. Aqui reside a maior preocupação do estatístico (ou pesquisador), que é conseguir a mão de obra com o perfil adequado a cada caso.
Ainda nessa faze deve estar bem claro o cronograma das atividades, bem como o trabalho da população ou da amostra a ser pesquisada e quando pretendemos gastar para realizar a pesquisa.

Coleta de dados 
Esse fase consiste na obtenção de dados, propriamente ditos, seja por meio de simples observação, seja mediante a utilização de alguma ferramenta, como um questionário ou um roteiro de entrevista. É, provavelmente, a fase mais importante da pesquisa, pois se a forma utilizada não atender às expectativas, ocorre perda de tempo e de dinheiro.

Apuração de dados 
Antes de iniciarmos a apuração dos dados obtidos na pesquisa, devemos proceder à critica dos mesmos, ou seja, descartar aqueles dados que foram fornecidos de forma errônea . Por exemplo, questionários repondidos pela metade não deverão ser levados em consideração. Nessa etapa resumimos os dados por meio de sua contagem, de separação por tipo de resposta e de agrupamento de dados semelhantes. É o que denominamos de tabela de dados.

Apresentação dos dados 
Os dados, uma vez apurados, podem ser apresentados em forma de tabelas ou em forma de gráficos.
Uma tabela consiste em dados dispostos em linhas e colunas distribuídas de modo ordenado, com a vantagem de exibir em um só local todos os resultados obititdos em determinada pesquisa, facilitando a possibilidade de análise e interpretação desses resultados.
Para facilitar ainda mais a visão do estatístico (ou pesquisador), podemos transformar em gráficos - cujos principais tipos você aprenderá mais adiante - os dados tabulados.

Análise dos dados 
Nessa fase, o interesse principal do estatístico (ou pesquisador) é tirar conclusões que o auxiliem na solução do problema que levou a executar a pesquisa. Tal análise está intimamente ligada ao cálculo de medidas que permite descrever, com detalhes, o fenômeno que está sendo analisado.

Interpretação dos dados 
Para interpretação dos dados analisados, devemos ter, em mãos os dados tabulados, os gráficos (se tiverem sido feitos) e os cálculos das medidas estatísticas, que nos permitem até mesmo arriscar algumas generalizações. Lembramos que tais generalizações (a inferência estatística) são acompanhadas de um certo grau de incerteza, pois não podemos garantir cem por cento qaue os resultados obtidos numa amostra sejam totalmente verdadeiro para toda a populaçao da qual aquela amostra pertence.

Fonte: http://almanaquedosaber.blogspot.com
Blog: Almanaque do Saber

Nenhum comentário:

Postar um comentário